Cultura

Peças infanto-juvenis são destaque do Festival de Teatro do Estudante

Programação começa nesta terça-feira (21) com espetáculos de 37 escolas, envolvendo jovens atores e atrizes em tardes de apresentações no teatro Lima Penante.



Assessoria do evento
Assessoria do evento
Estudantes fazem apresentação teatral

Da Redação
Com assessoria da UFCG

Além do Festival Aldeia Cultural, do Sesc, uma nova opção de lazer para quem está em João Pessoa é o XVI Festival de Teatro do Estudante, que começa nesta terça-feira (21) com a participação de mais de trinta escolas das redes pública e privada de ensino médio do estado da Paraíba.

Durante toda a semana, o público poderá assistir no horário da tarde peças infantis, infanto-juvenis, teatro de rua e espetáculos para adultos, a preços populares no teatro Lima Penante, localizado na avenida João Machado, Centro de João Pessoa.

Serão apresentados espetáculos de 37 escolas, envolvendo mais de sessenta jovens atores e atrizes, além de um público estimado em mais de 300 pessoas a cada tarde de apresentações.

O festival abre com a peça “Náufragos de Palavras”, adaptação da poesia de Lúcio Lins para teatro, com alunos do Cefet, e direção de Palmira Palhano, a partir das 14h30. “O espetáculo foi construído a partir da simbologia do barco, do mar ou dos mares da poesia de Lúcio Lins. Nosso objetivo é divulgar a poesia paraibana, encenada no palco vivenciando palavras e experiências teatrais”, comentou a diretora.

Logo em seguida, estudantes do Colégio Zé Pires apresentam a peça “O Gato Malhado e a Andorinha”, com direção de Geóstenes Melo, espetáculo infantil, que narra o romance proibido entre um gato e uma andorinha numa floresta. O público infantil poderá conferir muita magia e cenas lúdicas.

O evento é organizado pelo Núcleo de Teatro da Universidade Federal da Paraíba. Segundo Edilson Alves, coordenador do núcleo, “o festival está consolidado como uma ferramenta de extensão da Pró-Reitoria Para Assuntos Comunitários, porque agregamos 37 escolas interagindo com seus espetáculos, oficinas e discussões em torno das artes cênicas”.

Edilson Alves afirmou que além da maratona de espetáculos, professores, atores e diretores participarão de debates com os teatrólogos Carlos Cartaxo, Everaldo Vasconcelos  Tony Silva, Márcio Barcelar, Tainá Macedo e  Geraldo Jorge. “Eles vão discutir as técnicas, as condições para a prática das artes cênicas em cada escola presente no festival”, informa Edílson Alves.

Na quarta-feira (22) alunos do Colégio Pio X apresentam “Quem Tem medo do Lobo Mau”, direção de Flávio Ramos, às 14h30 e “Vivenciando Fogo Morto”, com alunos da escola M. Antônia do Socorro Machado, com direção de Sandra Barbosa, às 15h30.
Mais detalhes pelo telefone (83) 3221-5835.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.