Cultura

Peça ‘A Saga de Daluz’ está em cartaz neste final de semana

Em ‘A Saga de Daluz’, Marcos Pinto dá ares quixotescos à dramaturgia de autores como Lourdes Ramalho e Altimar Pimentel.



Divulgação
Divulgação
fusão. Peça é fruto de adaptação das obras 'Por que a Noiva Botou o Noivo na Justiça?', de Ramalho, e 'Como Nasce um Cabra da Peste', de Pimentel

Tiago Germano

Duas figuras emblemáticas do teatro paraibano, a dramaturga Lourdes Ramalho e o escritor Altimar Pimentel (1937-2008), são homenageados, a partir de hoje, em A Saga de Daluz, peça que fica em cartaz desta sexta-feira (2) a domingo no Teatro Santa Roza, com sessões às 20h.

O espetáculo se inspira nas obras Por Que a Noiva Botou o Noivo na Justiça e Como Nasce um Cabra da Peste, dois dos textos mais famosos dos respectivos autores.

A trama brincante, que tem como cenário a paisagem nordestina e constroi um imaginário quixotesco acerca dos costumes de uma família, tem adaptação e direção de Marcos Pinto.

No elenco, sobressaem as atuações de Ana Raquel Apolinário, Ângelo Guimarães, Francijane Cavalcante, Jocerlan da Silva e Walter Olivério.

Não é a primeira vez este ano que a dramaturgia paraibana volta seu olhar ao vulto histórico de Altimar Pimentel. O alagoano que deixou seu relevo nos palcos do estado se tornou personagem de Romião e Julina, montagem que passou pelo Santa Roza mês passado, depois de classificado no edital de ocupação da Funesc, o mesmo que revela agora ao público A Saga de Daluz.

Já Lourdes Ramalho foi lembrada em 2009, no aniversário de 120 anos do Teatro Santa Roza.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.