Cultura

Parceria entre Domus Hall e Cabo Branco FM traz Billy Paul à Capital

Em grande parceira a Cabo Branco FM e Domus Hall, trazem a João Pessoa o primeiro show internacional da Casa de espetáculos.



Divulgação
Divulgação
Billy Paul apresentará suas canções marcantes

Da Redação

A Cabo Branco FM em parceira com a Domus Hall apresentam seu primeiro show internacional. O cantor americano Billy Paul se apresenta-se nesta sexta-feira (17). Ele chega a João Pessoa com seus 70 anos com uma voz em plena forma e com seu estilo único. A apresentação contará com seus grandes clássicos da soul e black music com um show recheado de canções marcantes como “July, July”, “Thanks for Saving My Life”, “Only the Strong Survive” e a eterna “Me And Mrs. Jones”.

Confira outras atrações na Agenda Cultural

A abertura da casa de show, será às 22h e os ingressos estão à venda na bilheteria da Domus Hall. Preços: Pista: R$ 30 (meia) e R$ 70 (inteira) / Camarote família: R$ 60 / Mesas: R$ 300 (vip) e R$ 400 (premium) / Camarote família: R$ 800.

Billy Paul nasceu na Filadélfia (EUA), militante ativista dos direitos humanos nos anos 60.Começou cantando jazz clássico em clubes noturnos, aos 15 anos, ao lado de grandes nomes como Charlie Parker e John Coltrane. Seu primeiro álbum foi Felling Good at the Cadillac Club. Ganhou o Grammy com a música “Me and Mrs Jones”, que o introduziu como grande cantor no mundo todo.

Já gravou 23 álbuns com discos de Ouro e Platina. Recentemente ganhou o disco riplo de Platina na França com o CD The Very Best of the Billy Paul. Em 2004, Billy Paul recebeu a honraria The Congressional Recognition of Life Time Achievement Award em São Francisco, na Califórnia.

Vem lotando shows no Brasil desde os anos 70 com sucessos inesquecíveis como “Your Song”, “Only the Strong Survive”, “July, July”, é sempre requisitado para programas de TV como Hebe Camargo, Jô Soares e Caldeirão do Huck. Já gravou duetos com artistas brasileiros como Sandra de Sá, Art Popular, Fátima Regina e com a carioca Caroline Braga, revelação da ópera internacional.

Billy Paul é confesso fã de Maria Bethânia, Tom Jobim, Ed Motta, Ben Jor e Maria Rita, e até compôs uma canção em homenagem aos 50 anos da bossa nova. Em 2009 um documentário sobre sua vida participou do badalado festival de Cannes. Por tudo isso ele é o soul man número 1 da Filadélfia.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.