Cultura

Paraíba vai realizar em 2021 o Ano Cultural José Lins do Rego

Evento marca os 120 anos de nascimento do escritor e os 90 anos de sua obra mais famosa.




Foto: arquivo/ABL

A Paraíba vai comemorar em 2021 o Ano Cultural José Lins do Rego, uma iniciativa do Governo do Estado para homenagear os 120 anos de nascimento do escritor paraibano e os 90 anos de sua obra mais famosa, “Menino de Engenho”. O anúncio sobre a iniciativa foi feito nesta segunda-feira (3) pelo governador João Azevêdo (Cidadania).

O lançamento do Ano Cultural José Lins do Rego vai ocorrer em 26 de maio, Dia Nacional do Forró. A programação ainda inclui a edição de livros pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) em parceria com a Empresa Paraibana de Comunicação (EPC). Deverá ser realizado também um concurso literário e o Festival Arte em Cena, cujos editais serão publicados no dia 3 de junho, dia de aniversário de José Lins.

Ainda no dia 3 de junho, ocorrerá um concerto do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes (Prima). O evento virtual contará com a participação da família de José Lins do Rego.

A ideia é que setores educacionais e culturais do Estado sejam mobilizados para homenagear o escritor. Levando o debate, por exemplo, para as escolas estaduais e para entidades como a Fundação Espaço Cultural e como a Fundação Casa de José Américo.

Biografia

José Lins do Rego nasceu em 3 de junho de 1901, no Engenho Corredor, localizado no município de Pilar. Antes da morte da mãe, Amélia Lins Cavalcanti, ele morou no famoso Engenho Tapuá, localizado no município de São Miguel de Taiupu e que era de seu pai, João do Rego Cavalcanti.

Após a morte de dona Amélia, Zé Lins, aos quatro anos, mudou-se para o engenho de seu avô materno. Ele permaneceu no Engenho Corredor até os 12 anos de idade. Logo depois, ele estudou no Colégio de Itabaiana, no Instituto Nossa Senhora do Carmo e no Colégio Diocesano Pio X, na então cidade da Parahyba, atual João Pessoa.

O paraibano foi um grande expoente da literatura brasileira e figura como um dos romancistas regionalistas mais prestigiados da literatura nacional. Menino de Engenho, seu primeiro e mais famoso livro, foi lançado em 1932.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.