Cultura

'O Grande Circo Místico' vai representar o Brasil no Oscar 2019

Produção brasileira vai concorrer na categoria Melhor Filme Estrangeiro.




Bruna Linzmeyer em O Grande Circo Místico

O Ministério da Cultura anunciou, nesta terça-feira (11), que “O Cisco Místico” foi escolhido para tentar uma vaga e representar o Brasil no Oscar 2019. Dirigido por Cacá Diegues, o filme acompanha cinco gerações de uma mesma família do circo, desde a inauguração do Grande Circo Místico em 1910, até os dias atuais.

A decisão foi feita por uma comissão formada pela atriz Bárbara Paz, a produtora Lucy Barreto, o presidente da Academia Brasileira de Cinema Jorge Peregrino e os diretores Flávio R. Tambellini, Jeferson De, João Jardim e Hsu Chien.

Cena do filme O Grande Circo Místico

Superando outros 21 candidatos, o filme de Cacá Diegues é baseado no poema A Túnica Inconsútil, de Jorge de Lima, para contar os amores e desamores de um clã de artistas de circo, numa saga que perpassa gerações e séculos. Jesuíta Barbosa, Vincent Cassel, Bruna Linzmeyer, Antonio Fagundes, Mariana Ximenes e Juliano Cazarré estão no elenco.

O longa está agora em uma grande lista com outros filmes de língua estrangeira, que deverão ser inscritos na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas até o dia 1º de outubro. Posteriormente será divulgada mais uma lista com os finalistas e os indicados finais serão revelados em 22 de janeiro de 2019.

O Oscar 2019 será realizado em 24 de fevereiro, sem incluir a categoria de Melhor Filme Popular. O Grande Circo Místico só chega aos cinemas em 15 de novembro.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.