Cultura

Mulher marisqueira é tema de exposição

Sou fruto do mar ficará exposta hoje, na colônia de pescadores, em Barra da Mamanguape, no litoral norte da Paraíba.




A ida ao local de extração do marisco, o processo de catação, a volta pra casa, o cozimento, a preparação para a venda. Durante uma semana, as fotógrafas Luciana Dantas e Raíssa Moraes, da Retrographie atelier de imagem, acompanharam o dia a dia das mulheres marisqueiras da Barra de Mamanguape, no litoral norte da Paraíba. O resultado desse trabalho deu origem à Exposição Fotográfica Sou Fruto do Mar, que ficará em cartaz no dia 06 de dezembro, na Colônia de Pescadores Z-13 Antônio de Brito, durante o Festival do Marisco 

 
Quem for à exposição, vai ver mais do que mulheres, mais do que marisqueiras, mas uma poesia sincera que nasce da relação entre seres humanos, cultura e natureza. Muito além de um trabalho de subsistência, a pesca artesanal, que há anos faz parte da cultura litorânea do Brasil e do mundo, revela, em cada gesto e olhar, sentimentos, inquietações, desejos, sonhos, arte. A mostra será toda ambientada com elementos utilizados pelas marisqueiras, a exemplo das peneiras, chapéus e cestos.
 
A exposição faz parte das ações do “Projeto Sou Fruto do Mar: Construindo Novas Possibilidades” – um trabalho socioambiental desenvolvido pela Fundação Mamíferos Aquáticos, com apoio da Fundação SOS Mata Atlântica, por meio do Fundo Costa Atlântica. O Projeto está atuando na Barra de Mamanguape desde fevereiro de 2014, com o objetivo de promover a valorização das mulheres marisqueiras e a melhoria da qualidade de vida de quem vive da pesca artesanal na região, para que nesta atividade tradicional sejam ampliadas oportunidades de renda e segurança alimentar familiar. A iniciativa tem realizado eventos e oficinas de capacitação junto à comunidade, abordando temas ligados à saúde, gastronomia, proteção previdenciária, valorização da mulher e geração de renda.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.