Cultura

Movimento luta pela reforma do Cine São José

Prédio do cine municipal São José em CG é ocupado por movimento que pede revitalização e aproveitamento do espaço abandonado.



Divulgação
Divulgação

Enquanto a definição em torno do Cine São José não chega, o local continua sob ocupação. Integrantes do Movimento pelo Cinema Paraibano que lutam pela revitalização do espaço estão com a chave do prédio público, segundo Clóvis Brasileiro, coordenador da ocupação.

"Estão sendo promovidas sessões de cinema com a utilização de energia ‘emprestada’ de vizinhos", diz Brasileiro. "Fazemos sessões de cineclubismo e sarais para manter o movimento e evitar a invasão de criminosos ou usuários de drogas”.

Tal perfil poderá ser mantido depois da reforma e revitalização, já que a gerente de audiovisual da Secult, Ana Bárbara Ramos, coloca que está sendo firmada uma parceria com a Cinemateca Brasileira.

De acordo com Moema Vilar, além da exibição diária de filmes, o movimento pretende também usar o espaço para a formação e a capacitação cinematográfica.

Ao debate, fica a mensagem do sociólogo polonês Zygmunt Bauman: “Não formular certas questões é extremamente perigoso, ao passo que responder o tipo errado de questões com frequência ajuda a desviar os olhos das questões realmente importantes”.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.