Cultura

Livro que resgata história dos bancos na Paraíba é lançado em JP

Livro tem cerca de 250 páginas ilustradas com fotografias de diversas instituições bancárias, funcionários e numerários de bancos da Paraíba.




Da Redação
Com assessoria do Banco do Brasil

O livro “A História dos Bancos na Parahyba”, de autoria do pesquisador Eduardo Cavalcanti de Mello, vai ser lançado nesta quinta-feira (9). Eduardo é um dos maiores colecionadores de documentos bancários do Brasil, e faz uma abordagem iconográfica e histórica da evolução dos estabelecimentos bancários na Paraíba bem como sua comparação com a evolução da economia e do sistema bancário brasileiro e mundial.

O livro tem cerca de 250 páginas ilustradas com fotografias de diversas instituições bancárias, funcionários e numerários. Constitui-se numa minuciosa abordagem que abrange todas as casas creditícias surgidas na Paraíba ou aqui sediadas desde o século XIX. O trabalho foi feito basicamente através de pesquisa com fontes primárias: coleta de dados veiculados em almanaques, jornais, revistas, guias e outros.

O livro traz ainda um capítulo especial que conta os 200 anos de trajetória do primeiro banco do país, o Banco do Brasil, desde a sua fundação com a vinda da família real portuguesa, até a atualidade.

O lançamento acontece às 21h, na Praça de Eventos do Shopping Tambiá. Durante a solenidade também será relançado, pelo Diretor Regional dos Correios e Telégrafos na Paraíba, o selo comemorativo aos 200 anos do Banco do Brasil.

Exposição
– Até o final do mês de outubro  uma exposição  que mostra parte do acervo do colecionador relativo ao Banco do Brasil como as primeiras cédulas, cheques, letras de câmbio, peças filatélicas e propagandas dos últimos 40 anos pode ser visitada no Shopping Tambiá.  Entre as propagandas, algumas de 1978 que faziam previsões de como seriam as agências do Banco do Brasil no ano de 2008.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.