Cultura

Ícone da sanfona de 8 baixos, Geraldo Correia morre aos 94 anos em Campina Grande

Músico paraibano chegou a tocar com Jackson do Pandeiro e Luiz Gonzaga




Foto: reprodução

O sanfoneiro paraibano Geraldo Correia, nome artístico de Geraldo Bispo Antero, morreu na manhã deste domingo (13) aos 94 anos, em Campina Grande. Especialista na sanfona de 8 baixos, o músico chegou a gravar 14 discos e tocou com vários artistas, incluindo Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga e Dominguinhos.

A causa da morte de Geraldo não foi divulgada pela família. O corpo está sendo velado em uma central de velórios no bairro do José Pinheiro e o sepultamento está previsto para acontecer na segunda-feira (14), no Cemitério do José Pinheiro, em Campina Grande.

Geraldo Correia nasceu em 15 de janeiro de 1926, no distrito de Galante, em Campina Grande. Inspirado pelo próprio irmão, Severino, começou a tocar sanfona de 8 baixos aos 12 anos de idade e recebeu o nome artístico de “Correia” depois que esqueceu a correia da sanfona em casa quando foi se apresentar em uma rádio em Pernambuco, em 1954.

Depois de várias apresentações no Nordeste, a carreira se expandiu e ele chegou a tocar em palcos e rádios de São Paulo e Rio de Janeiro, com um repertório de valsas, choros, forrós e arrasta-pés, que renderam 14 álbuns pela gravadora Cantagalo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.