Cultura

‘Haverá quadrilha sim’, diz associação de grupos juninos sobre São João de Campina Grande

Entidade considera realização do evento no formato presencial ou pela internet.




Associação de quadrilhas juninas tem dois projetos de apresentações para São João de Campina Grande

O formato em que a edição 2021 do São João de Campina Grande vai acontecer ainda é incerto. No entanto, alguns segmentos que contribuem para a festa começaram a organização de como pretendem atuar no período junino deste ano.

A Associação de Quadrilhas Juninas de Campina Grande (Asquaju-CG) informou que apresentou duas propostas ao município. Uma das opções envolve apresentações presenciais e a outra transmissões feitas pela internet.

“Haverá quadrilha [junina] sim”, garantiu o diretor de eventos da associação, Gil Sousa.

   >>> Prefeitura de Campina Grande trabalha com três cenários para realizar o São João na pandemia

Se o evento for presencial, os quadrilheiros devem se apresentar no local em que a festa acontecer. Já se a escolha for a modalidade remota, os espetáculos devem acontecer em plataformas digitais.

A intenção é resgatar os modelos tradicionais de quadrilhas juninas. As negociações estão sendo feitas com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que libera recursos anualmente para auxiliar nos custos das equipes.

A Prefeitura de Campina Grande trabalha com três possibilidades para realizar o São João em um contexto de pandemia, em 2021. Conforme nota emitida pela prefeitura, nesta terça-feira (2), o município “dispõe de um projeto de realização do Maior São João do Mundo 2021, tendo por base, pelo menos, três cenários pandêmicos possíveis”.

Ao JORNAL DA PARAÍBA, a assessoria não detalhou as possibilidades, mas adiantou que em nenhum caso a realização do São João vai ser totalmente presencial e que são todas adaptáveis.

Ainda na nota, emitida na manhã desta terça-feira (2), a prefeitura afirma que “jamais  o prefeito Bruno Cunha Lima anunciaria, de forma unilateral, uma decisão de tamanha magnitude, como o cancelamento do Maior São João do Mundo, sem antes ouvir, discutir, avaliar e ponderar, de forma aprofundada, com todos os segmentos cruciais para o sucesso do mais importante evento turístico da Paraíba – nesse caso, o trade turístico, passando pelas empresas patrocinadoras, até os setores envolvidos diretamente na organização e realização da tradicional festa de 30 dias”.

Segundo a prefeitura, a festa representa também o mais importante momento econômico do ano para a cidade, depois do Natal. “No ano passado, assim como aconteceu com outros importantes eventos no Brasil e no mundo, nosso São João foi cancelado, corretamente, pelas circunstâncias gravosas e porque, até aquele momento, não havia uma perspectiva clara de vacinação em massa a curto prazo no País”.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por orientação do prefeito Bruno Cunha Lima, vem mantendo diálogo permanente com os segmentos que contribuem e são beneficiados diretamente com o evento.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.