Cultura

Grupo paraibano mostra música flamenca na Estação Cabo Branco

Dentre as atuações do grupo, destacam-se sua participação no  Dia da Mulher e do Novembro da Dança; Dia da Hispanidade, no Instituto Cervantes, de Recife.




Astier Basílio
Do Jornal da Paraíba

A Espanha está em alta. Ainda na ressaca da Copa do Mundo, quando a “Fúria” levou, pela primeira vez, a taça, o público de João Pessoa terá a oportunidade de conhecer a cultura espanhola. Será realizada a Noche Flamenca, espetáculo com o grupo paraibano Pele Flamenca. A apresentação terá início a partir das 19 horas deste sábado (17), no auditório da Estação Cabo Branco. A apresentação é promovida pela Associação de Pais e Amigos Autistas da Paraíba (AMA/PB)

Além de apresentar diferentes “palos” – denominação para os ritmos do baile flamenco – o grupo Pele Flamenca será acompanhado dos músicos  Cyran Costa e Sebastian Pitré e a dançarina Karina Leiro, de Recife. Eles farão apresentações solo.

O grupo participou de um curso de flamenco ministrado  por Beatriz Betcher que desde 2006 atua na área. Atualmente a professora leciona na Escola de Dança do Teatro Santa Roza.

Dentre as atuações do grupo, destacam-se sua participação no  Dia da Mulher e do Novembro da Dança; Dia da Hispanidade, no Instituto Cervantes, de Recife.

O Pele Flamenca também marcou presença  nas mostras da Escola de Dança do Teatro Santa Roza e do Teatro Paulo Pontes. Este ano, na Mostra de Talentos em Dança, o grupo ficou em 3º lugar.

Promotora da apresentação, a  Associação de Pais e Amigos Autistas da Paraíba é uma associação sem fins lucrativos, que tem como objetivo promover o desenvolvimento e integração social das pessoas acometidas com a síndrome de autismo e oferecer à família do autista instrumentos para convivência no lar e em sociedade.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.