Cultura

Escola campeã de São Paulo falou sobre sabedoria e homenageou Paulo Freire

Título inédito tem tom engajado em defesa do educador pernambucano, comumente criticado por Bolsonaro.




Paulo Freire foi homenageafo pela Águia de Ouro (Reprodução / TV Globo)

A escola de samba Águia de Ouro, do carnaval de São Paulo, mostrou nesta terça-feira que está mesmo em alta um desfile mais engajado, crítico, com um tom político mais incisivo. Com um samba-enredo que falava sobre a sabedoria e que em uma de suas alegorias homenageava o escritor e intelectual Paulo Freire, a escola da Pompeia conquistou em 2020 o primeiro título de sua história.

O nome do enredo foi “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. E o desfile foi dividido em cinco partes.

Na quarta parte, o foco era justamente a educação. E foi neste ponto que um carro em forma de escola homenageava Paulo Freire.

O tom político é claro, inclusive com críticas veladas ao Governo Bolsonaro, um crítico contumaz do professor pernambucano que é considerado o patrono da educação brasileira. O presidente Jair Bolsonaro, por exemplo, já chegou a chamar Freire de “energúmeno”.

Criador de um revolucionário método de educação de adultos, Paulo Freire é considerado o brasileiro mais laureado com títulos de doutor honoris causa no mundo.

O seu livro “Pedagogia do Oprimido” está entre os dez mais citados em trabalhos acadêmicos produzidos por universidades do mundo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.