Cultura

Ensaios fotográficos retratam as transformações nas construções históricas de João Pessoa

Imagens produzidas retratam vazios urbanos e a briga entre ‘concreto x natureza’.




Ensaios fotográficos retratam as transformações nas construções históricas de João Pessoa. Foto: Danielle Travassos/Divulgação

As construções históricas da cidade carregam memórias, mas também as transformações trazidas pelo tempo. É o que retratam os ensaios “Ruderais”, de Allan Luna, e “Ruínas Vivas”, de Danielle Travassos, que integram a nova exposição coletiva em cartaz na Usina Energisa. As fotografias, que foram feitas entre os anos de 2018 e 2020, ficarão disponíveis para visitação até o dia 11 de abril, das 13h às 20h, na Galeria Alexandre Filho. A entrada é gratuita.

Em “Ruderais”, Allan Luna fotografou a vegetação que se desenvolve nas ruas e prédios do Centro Histórico de João Pessoa. Para o fotógrafo, as plantas, com alta capacidade de crescimento, atravessam o concreto e dão outra cara ao cenário das construções, numa interação que carrega uma mensagem sobre resiliência: “Sempre enxerguei poesia no nascer destas plantas, algo como resistir apesar de tudo. Acho que é esta mensagem que fica: resiliência. Aprender a lidar com as adversidades, resistir às pressões, superar obstáculos, lutar e sobreviver. Vejo estas espécies como uma síntese da forma de como enxergo a vida”, disse.

Já em “Ruínas Vivas”, Danielle Travassos retrata a disputa das lembranças que se acumulam no decorrer dos anos: o vazio se misturando às histórias dos prédios abandonados. Sobre a inspiração para o ensaio, a fotógrafa afirma: “A ruína está ali, caiu parte dela, mas ainda permanece de pé. Por isso, me transmite uma energia de força e luz, com tantas histórias impregnadas nas raízes, plantas e paredes, cheias de camadas que falam sobre o local e o tempo. Mesmo esquecidas, as ruínas continuam resistindo, muitas vezes com a ajuda de raízes e plantas que sustentam as paredes”.

Sobre os artistas

Os artistas Allan Luna e Danielle Travassos foram selecionados no Edital de Ocupação Artes Visuais 2019-2020 da Usina Cultural da Energisa. O edital é uma realização do Ministério da Cidadania e Secretaria Especial da Cultura (Lei de Incentivo à Cultura) com o patrocínio da Energisa Paraíba. Com essa iniciativa, o público tem oportunidade de conhecer artistas paraibanos.

Allan Luna é historiador e fotógrafo. Recifense, desde 2013 vive e trabalha em João Pessoa. É graduado em História pela UFPE, com mestrado em História Social realizado na mesma universidade. Atualmente é professor no Centro Estadual de Arte da Paraíba – Cearte e já expôs em eventos como o Festival de Artes Jackson do Pandeiro, Kipupa Malunguinho, entre outros.

Danielle Travassos nasceu e mora em João Pessoa. Ela é graduada em Artes Visuais pela UFPB e já participou de diversas exposições na capital, em espaços como hall de exposições da Energisa Paraíba, Estação Cabo Branco Ciência, Cultura e Arte, Galeria Gamela, entre outras. Também já expôs no Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) em Sousa/PB e no exterior, em Porto, Portugal. Danielle recebeu o Prêmio de Artista Promissora no Salão Municipal de Artes Plásticas (SAMAP), em João Pessoa, e foi selecionada no 63º Salão de Abril, em Fortaleza/CE.

Serviço

Exposição Coletiva Ruderais e Vida em Ruínas
Data: até 11/04, das 13h às 19h
Local: Galeria Alexandre Filho, na Usina Cultural Energisa
Entrada gratuita


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.