Cultura

Eleonora faz voz e violão

Cantora e compositora Eleonora Falcone se apresenta nesta sexta-feira (8) no projeto ‘Usina da Música’, da Usina Cultural Energisa.




A cantora e compositora Eleonora Falcone também faz show neste Dia Internacional da Mulher: a intérprete se apresenta hoje, às 21h, no projeto ‘Usina da Música’, da Usina Cultural Energisa (Torre).

Parceira de poetas como Lúcio Lins e Walter Galvão, Eleonora oferece ao público, esta noite, canções destes autores que esboçam um olhar feminino.

"Gosto muito de cantar a escrita destes autores. Eles são extensões da minha expressão", diz Eleonora, que recorre ao repertório de seus dois primeiros CDs: Apetite (2000) e Eu Tenho um Pedaço de Sol que Guardo Comigo desde Menina (2008).

"Estou feliz porque vou cantar músicas que não canto há muito tempo. É um retorno, um novo olhar para estas canções", define a cantora, que experimenta também a volta a um formato que a consagrou no início de carreira: o duo voz e instrumento, que faz com o violonista Anderson Mariano.

"Eu comecei a minha carreira no Rio de Janeiro cantando com o piano e com o violão, com músicos como Rodrigo Campello (produtor do primeiro CD) e Fábio Nin", lembra Eleonora, que está preparando um terceiro álbum, em fase de concepção.

"Ainda não é a hora de falar sobre ele", conclui, fazendo suspense em relação ao trabalho.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.