Cultura

Dia Mundial do Rock: 10 bandas que mostram como o gênero segue vivo no Brasil

Fizemos uma lista para mostrar que, ao contrário do que dizem, o rock não morreu..




Nesta segunda-feira, 13 de julho, é  o Dia Mundial do Rock. Mais do que um gênero musical, praticamente um estilo de vida, o rock é um senhor de mais de 60 anos, que vem perdendo relevância culturalmente e comercialmente. Virou normal, nos últimos tempos, inclusive dizer que o rock morreu. Mas isso é um exagero. O gênero segue vivo, principalmente na cena independente. E para comemorar a data o JORNAL DA PARAÍBA fez uma lista com 10 bandas brasileiras de rock, que se você não conhece, você precisa ouvir. 

Antes da lista, é preciso explicar o porquê da data em comemoração ao rock. Primeiro é preciso dizer que apesar de ser chamado de Dia Mundial do Rock, ele é comemorada apenas no Brasil. É uma referência ao mega festival Live Aid, realizado em 13 de julho data em 1985. Naquela ocasião o cantor Phil Collins, então vocalista da banda Genesis, disse que gostaria que aquele fosse considerado o dia mundial do rock. Ele teve o desejo atendido no Brasil, muito puxado por rádios segmentadas, mas foi ignorado no resto do mundo. 

Explicação feita, vamos á lista das bandas que o pulso ainda pulsa, que o rock segue vivo em terras brasileiras.

Scalene

A banda Scalene, natural do Distrito Federal, já tem cinco discos e 4 EPs lançados. O grupo faz um rock hora pesado, hora mais melódico.

Maglore 

Natural da Bahia, a banda de rock alternativo Maglore faz muito sucesso na cena independente e já teve já teve músicas gravadas por Gal Costa, Erasmo Carlos e Piity. 

Vanguart 

Com 5 discos lançados, a Vanguart é uma das bandas mais importantes da cena rock atual no Brasil. Foi fundada no Mato Grosso e tem um estilo que mescla o indie rock e o folk. 

O Terno 

O Terno é um grupo de São Paulo com influência do rock dos anos 1960 e 1970 e já lançou quatro discos, o primeiro em 2012 e o último no ano passado A banda é liderada por Tim Bernardes, que é um dos mais conceituados compositores da atual geração da música brasileira como um todo.

Seu Pereira e Coletivo 401

Uma das bandas mais influentes da fértil cena paraibana, Seu Pereira e Coletivo 401 é rock, mas não é só isso. O grupo traz influências da música nordestina, da MPB e do samba. 

Terno Rei

Terno Rei tem três discos lançados e o último deles, ‘Violeta’, foi citado em diversas listas de melhores do ano em 2019. O grupo de São Paulo faz um rock alternativo, com influências pop.

Vivendo do Ócio

Da Bahia, o grupo Vivendo do Ócio lançou o quarto disco da carreira neste ano. O som do grupo passeia pelo indie e pelo rock alternativo.

Selvagens à Procura da Lei

Mais um grupo do Nordeste na lista, o Selvagens à Procura da Lei foi formado no Ceará. A banda já tem quatro discos lançados. 

Vespas Mandarinas 

Grupo de pop rock criado em São Paulo, o Vespas Mandarinas foi indicado ao Grammy Latino logo com o disco de estreia, em 2013. O último álbum do grupo saiu em 2017.

Supercombo

Fundada na cidade de Vitória, Supercombo une o indie rock e o rock alternativo e já lançou cinco discos, o último no ano passado.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.