Cultura

Depois de Juliette do BBB21 reviver o 'tô passada, chocada', paraibana que virou meme torce pela conterrânea

Célia Santos, que viralizou com o meme, vibra pela conterrânea no programa.




 

‘Tô passada, chocada’: Julitte Freire revive meme dentro do BBB 21 e paraibana Célia Santos, que viralizou com a fama, está na torcida da conterrânea.

 

Depois que a advogada e maquiadora Juliette Freire, participante do BBB 21, usou o meme “tô passada, chocada” dentro da casa, a professora aposentada Célia Santos, a criadora do bordão, viu seu nome novamente aparecer nas redes sociais. Depois de tanto carinho da conterrânea, a chocada e passada entrou para a torcida de Juliette.

“Tô assistindo por causa da paraibana e eu quero conhecer Juliette! Eu quero ter um encontro com ela! A minha torcida vai pra ela, sim senhora! Claro que eu torço por ela, uma paraibana arretada falando meu meme direto…”, disse Célia Santos.

A sister já tem fama de “influenciadora”. A música ‘Deus me Proteja’, de Chico César, apareceu em 1º lugar em ranking do Spotify e cresceu 2.200% na Deezer após ser cantada por Juliette no reality show.

   >>> Música de Chico César cantada por Juliette aparece em 1º lugar em ranking do Spotify

   >>> Juliette passa de 10 milhões de seguidores em um mês e entra na mira de grandes marcas 

   >>> Conheça o trabalho insano de quem está por trás das redes sociais de Juliette 

Depois de citar as palavras de Célia na casa algumas vezes, o meme disparou novamente.

 

Tudo começou em julho de 2017, quando a professora passava pelo cruzamento da Avenida Expedicionários com a Avenida Júlia Freire, em João Pessoa. O caminho de rotina que ela fazia para ir ao seu tratamento de fibromialgia foi modificado por uma cratera enorme que se abriu no meio da rua.

Foi perto do buraco que equipes da TV Cabo Branco a pegaram de surpresa. Quando perguntaram a Célia sobre o ocorrido sua reação foi: “Tô passada, chocada. Meu deus… Jesus… Tô vendo pela primeira vez”. Reveja o vídeo que deu origem ao meme.

A reação viralizou e logo a professora se viu em várias páginas nas redes sociais. Entretanto, a professora diz que não fez muita coisa com a visibilidade que ganhou. Ela explica que nem sabia o que era um meme e ficou muito receosa com a atenção.

“Eu não ganho nada com esse meme, quem ganha são as outras pessoas. O que eu gostaria era de ganhar. Porque na época eu me escondi, fiquei muito nervosa. Não beneficiou em nada. A pessoa ter fama não adianta nada. Queria ter ajuda também”, disse.

Depois de três anos, o desconforto passou e hoje Célia adora fazer vídeos para as redes sociais. Ativa no Instagram e TikTok ela relembra com carinho as palavras que a fizeram ser querida por internautas.

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.