Concursos e Empregos

“Convocação respeita limites do orçamento”, diz prefeito de JP

Após entrar com recurso contra nomeações imediatas, Prefeitura fala sobre expectativas de contratações.



Walter Paparazzo
Walter Paparazzo
Aprovados exigiram cumprimento de determinação judicial

Karoline Zilah

Na semana passada, a Prefeitura de João Pessoa entrou com um recurso na Justiça contestando a obrigação de convocar todos os aprovados no último concurso público realizado pela Secretaria de Saúde. O recurso foi apresentado ao Tribunal de Justiça no mesmo dia em que os concursados fizeram uma passeata reivindicando suas nomeações.

Nesta quinta-feira (24), a Prefeitura se manifestou sobre sua relação com os concursados divulgando que já contratou 2.395 pessoas através de quatro concursos públicos, desde o ano de 2005. Tendo como base o prazo de dois anos previsto nos editais para a convocação dos aprovados, a assessora técnica da Secretaria de Administração, Rejane Figueiredo, ponderou que as contratações acontecem de acordo com a necessidade da secretaria para a qual o concurso foi realizado.

Ela também lembrou que o município pode, inclusive, chamar pessoas além da quantidade de vagas determinadas no edital.

“Enquanto o concurso tem validade, só chamamos para preencher vagas aquelas pessoas que foram aprovadas em concurso para a função, mesmo que ultrapasse o número de vagas especificadas no edital do concurso, mas desde que não supere a necessidade existente para aquele cargo”, explicou.

De acordo com a Secretaria de Comunicação de João Pessoa, dois concursos estão em vigência até o próximo ano. Precisamente 914 pessoas aguardam contratações. Na Secretaria de Saúde, das 1,1 mil vagas oferecidas, cerca de 180 foram preenchidas até o momento.

Segundo o prefeito Luciano Agra (PSB), a convocação vai ocorrer por etapas, respeitando os limites orçamentários da gestão.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.