Brasil

Procurador-geral de Roraima é exonerado

Após ser preso em operação da PF contra pedofilia, Luciano Queiroz foi exonerado do cargo de procurador-geral.




Procurador-geral de Roraima é exonerado

Do G1

O governador de Roraima, José de Anchieta Júnior, assinou decreto de exoneração do procurador-geral Luciano Queiroz, que foi detido pela Polícia Federal em uma operação contra pedofilia. Segundo nota do governo de Roraima, a exoneração foi determinada depois de "sua prisão face às denuncias no caso de pedofilia".

No total, oito pessoas foram presas, na sexta-feira (6), na Operação Arcanjo buscar. Segundo a Polícia Federal, elas são suspeitas de envolvimento em uma quadrilha de pedófilos. A PF informou que as investigações sobre o esquema começaram depois de uma denúncia do Conselho Tutelar. Imagens gravadas pela polícia mostram meninas de 7 e 8 anos entrando na casa de um dos envolvidos, acompanhadas de uma mulher, que seria a aliciadora.

Na chegada à PF, o procurador Luciano Queiroz disse que foi preso em represália contra sua atuação na operação para retirar não-índios da reserva Raposa Serra do Sol. A corporação nega.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.