Brasil

Lula defende redução da jornada de trabalho para geração de empregos

Redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. Segundo ele, a mudança geraria empregos no país.



Ricardo Stuckert/PR
Ricardo Stuckert/PR
Geração de empregos

Da Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu hoje (1º) a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais. Segundo ele, a mudança geraria empregos no país.

“É preciso reduzir a jornada para 40 horas para que a gente possa colocar mais pessoas no mercado de trabalho”, disse, em festa promovida pela União Geral dos Trabalhadores (UGT), pela Central Geral dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e pela Nova Central (NCST).

As centrais organizaram o evento na Avenida Marques de São Vicente, região oeste de São Paulo, em comemoração ao Dia do Trabalho.

O discurso de Lula foi o segundo em festas de comemoração ao Dia do Trabalho neste sábado. Antes, ele esteve no evento promovido pela Força Sindical e pela Central Geral dos Trabalhadores do Brasil. O presidente ainda deve participar de mais dois atos políticos nesta tarde: um promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e o outro, pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Em todos os eventos, Lula estará acompanhado da pré-candidatada do PT à Presidência da República, a ex-ministra da Casa Civil Dilma Rousseff.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.