Brasil

Especialistas recomendam prevenção da coqueluche

Para proteger o bebê, os especialistas defendem a aplicação da estratégia “cocoon” (casulo, em inglês).




Para proteger o bebê, os especialistas defendem a aplicação da estratégia “cocoon” (casulo, em inglês). Adotada pela Austrália, Áustria, França e Alemanha, ela prevê a imunização de adolescentes, jovens, adultos, principalmente, familiares e profissionais de saúde que convivem com os recém-nascidos e bebês. A vacinação formaria uma espécie de casulo de proteção ao redor da criança.

No Brasil, a Sociedade Brasileira de Pediatria preconiza um terceiro reforço vacinal entre os 14 e 16 anos e a SBIm recomenda a vacinação de reforço para pré-adolescentes a partir dos 11 anos, adultos (principalmente o que convivem com bebês) e idosos.  A vacina está disponível na rede particular de clínicas de vacinação, que podem ser encontradas pelo site (www.vacinaspasteur.com.br).


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.