Brasil

Eliza Samúdio: exame sobre ingestão de abortivos sai nesta segunda

Carro do jogador do Flamengo, onde foram encontradas marcas de sangue, foi mostrado ontem pelo Fantástico.




Do Bom Dia Brasil

Um caso cercado de mistério. Um quebra-cabeça de datas, fatos, indícios que a polícia tenta montar. É o desaparecimento de Eliza Samúdio, ex-namorada do goleiro Bruno, do Flamengo. A expectativa é que hoje seja divulgado o laudo do exame que confirmaria se Eliza ingeriu ou não substâncias abortivas.

O carro do jogador, onde foram encontradas marcas de sangue, foi mostrado ontem pelo Fantástico.

O Fantástico revelou com exclusividade imagens do interior do carro do goleiro Bruno. Em um dos vidros, há marcas de sangue. Amostras do material já estão em análise. O resultado pode apontar se do DNA é ou não de Eliza Samúdio. O laudo deve sair ainda nesta semana.

Nossa equipe conversou com uma pessoa que já esteve no sítio do goleiro. Ela revelou que o local era frequentado por prostitutas que participavam de festas e orgias: “Sempre no final da noite acontecia isso. Esse fato de tirar a roupa, de pular na piscina, de strip-tease”.

Cerca de 25 pessoas já prestaram depoimento. Segundo a polícia, no dia 9 de junho, Eliza Samúdio ligou para uma amiga. O rastreamento telefônico apontou que ela estava em uma região próxima ao sítio. Esse teria sido o último contato da modelo.

Mas não foi o que disse um dos amigos do goleiro. De acordo com fontes ligadas à investigação, em um novo depoimento, Elenilson Vitor, administrador do sítio do goleiro, disse que viu Eliza no dia 10 de junho.

No quebra-cabeça, falta uma peça: se o sangue encontrado no carro for de Eliza Samúdio, como ela poderia ter sido vista no dia 10, dois dias depois da apreensão do veículo? Para um dos responsáveis pela investigação, o carro pode ter saído do pátio de forma criminosa.

“Tudo é possível. Pode ter suborno. A pessoa que apreendeu, que fez a ocorrência pode ter errado a data”, aponta o chefe de investigações Polícia Civil-MG Edson Moreira.

Eliza Samúdio nasceu em Foz do Iguaçu (PR) e foi criada pelo pai. Aos 19 anos, se mudou para São Paulo onde começou a trabalhar como modelo. Logo, surgiram trabalhos também no Rio de Janeiro – onde ela conheceu Bruno.

Uma amiga de Eliza contou ao Fantástico que o encontro com o goleiro foi em um churrasco: “Eles ficaram juntos e a partir daí se encontraram algumas vezes. Ficaram uns quatro meses se encontrando”.

Meses depois, o pai de Eliza, Luiz Carlos Samudio, soube da gravidez e que a filha estaria sendo pressionada por Bruno para fazer um aborto.

“Eu disse a ela: trata de resolver numa boa essa situação. Se não resolver, me avisa. A partir daí ele passou a evitar falar do assunto comigo”, conta Luiz Carlos Samudio.

Na época, o goleiro Bruno estaria pagando um apartamento para a namorada no Rio de Janeiro. O atleta não teria gostado do fato de Eliza ter procurado a imprensa para dizer que o filho era de Bruno.

“Puxou os cabelos dela, pegou celular dela, pediu para ela ligar para imprensa, dizer que era mentira”, aponta uma amiga de Eliza.

Depois do episódio, Eliza fugiu para a casa da mãe de uma amiga, em São Paulo, onde ficou até maio deste ano: “Cheguei do trabalho e ela falou que ia viajar para o Rio de Janeiro. Me deu desespero, se fosse minha filha não deixava. Mas ela é adulta, tem filho, o que vou fazer?”

Na semana passada, o goleiro Bruno afirmou que Eliza entregou o bebê a um funcionário dele.

“Eu não imagino Eliza sofrendo por aí sem o filho. Ela nunca entregaria o menino para ninguém. A casa dela é aqui, estará sempre à disposição dela. Mas não tenho mais esperança”, diz a mãe da amiga de Eliza.

O goleiro Bruno marcou uma entrevista com o Fantástico para sábado de manhã, mas cancelou minutos antes da gravação. No domingo, disse que vai remarcar a entrevista.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.