Brasil

Amante de pai confessa morte de menina no Rio de Janeiro, diz polícia

Corpo de Lavínia foi achado em hotel na Baixada Fluminense. Menina estava desaparecida há dois dias.




Do G1

A amante do pai de Lavínia, Luciene Reis, foi transferida por volta das 22h10 desta quarta-feira (2) para a carceragem da Polinter de Magé. Mais cedo, na delegacia, ela confessou ter matado a menina, segundo confirmou o delegado Robson Costa, da 60ª DP (Campos Elíseos), ao RJTV. Ele já havia pedido a prisão temporária de 30 dias para Luciene, que foi decretada pela 4ª Vara Criminal de Duque de Caxias.

A criança, de 6 anos, foi encontrada morta no quarto de um hotel, nesta quarta, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, depois de dois dias desaparecida.

Luciene saiu da delegacia escoltada por policiais da Core. Uma multidão que aguardava sua saída se exaltou, socando o carro, aos gritos de "Assassina".

Mais cedo, a Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou as imagens gravadas pelo circuito interno de segurança de um ônibus que mostram a criança acompanhada por Luciene, momentos após o sequestro ocorrido na segunda-feira (28).

Segundo a polícia, as imagens foram captadas por volta das 5h25 de segunda-feira, em um ônibus da linha 15, que faz o trajeto Pantanal – Caxias – São Bento. Na gravação, no entanto, a hora difere, pois não foi atualizada após o fim do horário de verão – iniciando às 6h25.

Leia a reportagem completa no G1


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.