Vida Urbana

Vídeo mostra momento em que jovem é morto em blitz

Vídeo confirma versão de policial de que jovens viram a blitz; não é possível identificar, entretanto, que jovens portavam uma arma.




A TV Cabo Branco teve acesso às imagens do momento em que o estudante Cícero Maximino da Silva, de 20 anos, foi morto em uma blitz no bairro de Manaíra, em João Pessoa, no dia 21 de outubro. Nesta terça-feira (14), o Instituto de Polícia Científica (IPC) informou que a versão que o motorista da moto contou – de que não havia avistado a blitz – é falsa.

 
Nas imagens, é possível ver a motocicleta desviando dos veículos parados na blitz. Um dos policiais chega a tentar chutar a moto, mas não consegue derrubar o motorista e Cícero, que seguia no carona. Um segundo policial aponta uma arma para os dois rapazes, mas não é possível dizer se foi ele quem efetuou os disparos. Confira o vídeo:

 
Apesar do vídeo confirmar a versão do policial de que os jovens viram a blitz, não é possível identificar, nas imagens, nenhum dos rapazes da moto apontando uma arma para os policiais. Segundo a versão da Polícia Militar, o policial que atirou contra Cícero teria reagido quando um dos ocupantes do veículo sacou uma arma.
 
Relembre o caso
 
O estudante Cícero Maximino da Silva foi morto por policiais na noite do dia 21 de outubro em uma blitz que estava sendo realizada no bairro de Manaíra. Segundo a Polícia Militar, ele e outro homem estavam em uma motocicleta, quando, ao avistarem a blitz, tentaram fugir e atropelar os policiais que estavam no local. Conforme a PM, eles teriam, ainda, tentado puxar uma arma. Cícero Maximinio era um estudante do Estado de Alagoas e estava visitando João Pessoa quando foi morto.
 
O condutor da moto deu outra versão e, em entrevista ao JORNAL DA PARAÍBA, disse que desconhecia a arma e que não tentou fugir da blitz. O jovem posteriormente reafirmou sua versão à Polícia Civil. A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma, mas morreu antes de receber atendimento médico. No dia seguite ao ocorrido, a PM divulgou uma nota sobre o caso e destacou a presença de uma arma apreendida no local.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.