Vida Urbana

Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado na PB

Categoria cobra uma série de benefícios, entre eles reajuste salarial.




Decisão de parar foi tomada durante uma assembleia (Foto: Arquivo)

Os trabalhadores dos Correios da Paraíba entraram em greve por tempo indeterminado a partir desta quarta-feira (11). A decisão de parar as atividades foi tomada durante uma assembleia do Sindicato dos Trabalhadores de Correios e Telégrafos da Paraíba (Sintect), realizada na noite desta terça-feira (10).

De acordo com a direção do Sintect,  desde julho os trabalhadores estão em campanha salarial, no entanto, não houve avanço na negociação por parte dos Correios

A principal reivindicação, segundo o sindicato, é a reposição salarial de acordo com a inflação e os benefícios integrais no valor acumulado da inflação do período agosto de 2018 a julho de 2019. Além disso, os trabalhadores querem manutenção de cláusulas sociais e aumento de salário no valor de R$ 300 linear.

Os Correios apresentaram uma proposta no dia 31 de agosto. Mas conforme o Sintect, ela reduziria a reposição salarial para 0,8% de reajuste, o que representa R$ 13 no salário-base de carteiro. Os trabalhadores também são contra a privatização dos Correios, ideia projetada pelo governo federal.

Os Correios ainda não se pronunciaram sobre a greve, nem sobre o impacto que ela vai representar aqui na Paraíba.

 

 

 

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.