Vida Urbana

Técnicos começam auditoria no Hospital Universitário da UFCG

Ministério da Educação e da Saúde começaram auditoria na terça-feira (14) após município ameaçar pedir suspensão de repasse.    




Técnicos dos ministérios da Educação (MEC) e da Saúde (MS) deram início ontem a um trabalho de auditoria no Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), que atualmente acumula cerca de 800 cirurgias eletivas de diversas especialidades na ‘lista de espera’.

A auditoria está sendo realizada depois que a secretaria de saúde do município ‘ameaçou’ pedir a suspensão do repasse dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) para a unidade, alegando que alguns dos procedimentos médicos previstos na pactuação não estariam sendo cumpridos. A direção do HUAC, porém, afirma que todos os serviços foram realizados e os recursos aplicados dentro da legalidade.

“Nós não deixamos de aplicar os recursos e realizar os procedimentos. Mas temos dificuldades no setor de pessoal, no horário de profissionais e no ambulatório, por conta da paralisação dos servidores que já e arrasta por muito tempo”, observou a diretora do hospital, Berenice Ferreira Ramos.

Durante as inspeções, os técnicos preferiram não falar com a imprensa. Os resultados da auditoria só serão divulgados após o fim do trabalho de levantamento, que deverá considerar as condições físicas e operacionais do hospital.

“Esse é um trabalho lento, que vai demorar para ser concluído. A equipe está realizando um trabalho muito técnico, para que com base nesses dados nós possamos rever a contratualização atual e melhorarmos nossos serviços”, explicou a diretora do HUAC.

No total, o hospital recebe do SUS, através da Secretaria Municipal, aproximadamente R$ 700 mil mensalmente pelos serviços realizados no local. As inspeções da auditoria deverão se estender até o fim dessa semana. O relatório final será apresentado aos ministérios da Educação e da Saúde.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.