Vida Urbana

Servidores da UFPB acatam decisão nacional e encerram greve

Paralisação tinha sio iniciada no mês de outubro. 




 Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) decidiram em assembleia geral, no final da manhã desta terça-feira (13), encerrar a greve que tinha sido iniciado no mês de outubro. A categoria seguiu a orientação do comando nacional do movimento e vai retornar ao trabalho na próxima quinta-feira (15).

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior (Sintesp), a categoria vai continuar na luta contra medidas do governo do presidente Michel Temer que estão tramitando no Congresso, como a Reforma da Previdência e as mudanças no Ensino Médio. Outro alvo era a PEC do Teto dos Gastos, que foi aprovada nesta terça.

A assembleia deliberou ainda a constituição de um comando de mobilização permanente com servidores de diversos setores da UFPB para continuar com o fortalecimento da luta em conjunto com outras categorias de trabalhadores e a construção de um calendário de atividades como a realização no próximo dia 20 de um debate sobre a PEC 287, que trata da Reforma da Previdência. Servidores também querem uma audiência com a reitora Margareth Diniz para entregar um documento formalizando a decisão do fim da greve e a disposição de cumprir um cronograma de atualização dos serviços eventualmente acumulados durante este período.

A presidente do Sintesp, Marizete Figueiredo, disse que o mais importante da greve foi mais uma vez a unidade da categoria.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.