Vida Urbana

Servidores da Dataprev entram em greve na Paraíba

Trabalhadores se uniram aos colegas do demais estados da federação em protesto às “demissões em massa”.




Os servidores da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência, a Dataprev, iniciaram uma greve na manhã desta quinta-feira (23), na Paraíba, em protesto ao que chamam de “demissões em massa”, que vêm acontecendo em todo o Brasil. De acordo com os trabalhadores, o Governo Federal tem privatizado serviços, acarretando cerca de 493 demissões na empresa, que cria soluções de tecnologia da informação e comunicação.

Na Paraíba, são cerca de 100 servidores em greve. Conforme o Presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados da Paraíba (Sindpd-PB), Ademar Diniz, a categoria está reunida em frente à sede da Dataprev em João Pessoa, localizada na avenida Presidente Getúlio Vargas, no centro da cidade.

“Estamos em greve por tempo indeterminado. Em solidariedade aos colegas de todo o Brasil que estão sendo demitidos”, declarou o líder sindical.

Não há previsão de retorno aos trabalhos, ainda de acordo com Ademir, e até o momento nenhuma audiência com a diretoria da Dataprev foi marcada. Essa mobilização se repete em todos os demais estados da federação e no Distrito Federal.

O JORNAL DA PARAÍBA entrou em contato com a Dataprev-PB por meio do telefone do órgão disponível na internet, mas as ligações não foram atendidas.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.