Vida Urbana

Quatro hospitais da Paraíba deixam de receber recursos para atendimentos materno-infantil

Unidades de saúde do Sertão e Brejo perderão o selo ‘Hospital Amigo da Criança’.




Hospital Regional de Sousa é um dos afetados (Foto: Francisço França/Arquivio)

O Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (15), uma portaria desabilitando quatro estabelecimentos de saúde da Paraíba, no programa conhecido como Iniciativa Hospital Amigo da Criança. Com isso, além da remoção dos nomes das unidades hospitalares do Sistema de Informações do Sistema Único de Saúde (SUS), os recursos financeiros também deixam de ser repassados.

Os locais que estão sendo descredenciados são o Hospital Distrital Deputado Manoel Gonçalves de Abrantes, em Sousa, o Hospital e Maternidade Nossa Senhora do Carmo, em Lastro, a Unidade Mista de Saúde José Moisés de Sousa, em Nova Olinda, além da Casa de Saúde e Maternidade Nossa Senhora da Luz, em Guarabira.

De acordo com o documento assinado pelo secretário de Atenção à Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, a partir da publicação, “a coordenação-geral dos Sistemas de Informação fica autorizada a excluir do Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde, a habilitação das unidades na competência posterior à sua publicação”.

Neste caso, elas continuam funcionando normalmente, mas perdem a classificação de ‘Hospital Amigo da Criança’ e por isso, deixam de receber recursos específicos do referido programa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.