Vida Urbana

Procon autua postos de combustível de JP por aumento ilegal

Postos terão um prazo de dez dias para apresentar defesa quanto ao aumento do preço da gasolina e estão sujeitos a multas que variam entre R$ 200,00 e R$ 3 milhões.



Arquivo
Arquivo
Cinco postos de combustíveis da Capital foram autuados pelo Procon de João Pessoa

Da Redação
Com Procon-JP

Cinco postos de combustíveis da Capital foram autuados pelo Procon de João Pessoa, nesta quinta-feira (23), por reajuste injustificado do preço da gasolina. Os postos terão um prazo de dez dias para apresentar defesa e estão sujeitos a multas que variam entre R$ 200,00 e R$ 3 milhões.

De acordo com o coordenador-geral do Procon-JP, Sandro Targino, a justificativa apresentada pelos proprietários dos postos para reajustar o combustível não foi considerada plausível. "Eles disseram que praticavam preços promocionais e resolveram elevar os preços do combustível. Só que isto aconteceu ao mesmo tempo em postos de bandeiras diferentes, de proprietários diferentes e custos diferenciados, e eles reajustaram a gasolina para um mesmo preço", ressaltou.

Preços –  Apenas três postos de combustíveis da Capital comercializam a gasolina comum com preço abaixo de R$ 2,40. A maioria deles está vendendo o combustível com valores acima de R$ 2,50, sendo o menor preço do produto R$ 2,39 e o maior R$ 2,60, uma variação de 8,8%, conforme pesquisa divulgada nesta quinta-feira (23) pelo Procon de João Pessoa.

Em comparação com a última pesquisa realizada pelo órgão, há cerca de um mês a variação no preço da gasolina atingia 22%. Na ocasião, a gasolina comum era comercializada com valores entre R$ 2,169 e R$ 2,659, uma diferença de R$ 0,49. Atualmente, a diferença é de R$ 0,21.

Em relação ao álcool comum, a pesquisa atual revela que houve queda na variação do preço do produto, que era de 26,7% e chega agora a 14,9%. Em setembro, essa diferença era de R$ 0,44 e agora chega a R$ 0,26, O produto é comercializado hoje com valores entre R$ 1,740 e R$ 1,999, e no mês passado custava entre R$ 1,650 e R$ 2,09.

Carros Flex – Diante dos preços revelados neste levantamento de preços, não vale a pena para os proprietários de carros tipo Flex abastecerem apenas com álcool. De acordo com a pesquisa, a razão entre o menor preço do álcool e o maior valor da gasolina é inferior a 0,7, o que indica não existirá economia ao abastecer apenas com o álcool.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.