Vida Urbana

Presidente da PBTur garante crescimento no turismo apesar das manchas de óleo

Segundo Ruth Avelino, as manchas não afetaram o setor.




A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, garantiu neste sábado (12) que o turismo da Paraíba não está sendo afetado pelas manchas de óleo. Segundo ela, não houveram cancelamentos de pacotes e viagens. “Temos informações que as vendas de passagens para a Paraíba estão aumentando em relção ao mesmo período do ano passado”, explicou.

Ruth informou que a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) e a Capitania dos Portos tem monitorado diariamente as praias do estado. “Houve uma pequena ocorrência sim, mas aqui na Paraíba já está controlado”, informou.

Ruth Avelino

“A verdade é que as praias da Paraíba não estão afetadas como as dos outros estados”, enfatizou em entrevista ao Jornal da Paraíba. Para evitar que o setor se prejudique de alguma forma, a PBTur tem abastecido as operadoras de turismo do Brasil inteiro com imagens diárias, com filmes e fotos, mostrando que nossas praias não estão com esse problema.

Apesar disso, o o último balanço do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) informou que as manchas de óleo ainda podem ser vistas em quatro praias do estado. Segundo o Ibama, na Paraíba as manchas de óleo podem ser vistas nas praias de Tambaba, Gramame, Praia do Amor e Jacumã. No entanto, o instituto destaca que são vestígios esparsos apenas.

As manchas começaram a aparecer no início de setembro. O estado com maior número de localidades atingidas é o Rio Grande do Norte, com mais de 40 praias na lista. Em alguns estados a fauna também foi atingida, com animais morrendo por conta do problema. Não houve nenhum registro desse tipo na Paraíba.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.