Vida Urbana

Prefeitura de Monteiro decreta situação de emergência por causa de incêndio na zona rural

Fogo começou na segunda-feira e tem sido combatido por Bombeiros e moradores da região.




Incêndio de grades proporções atinge zona rural de Monteiro, no Cariri da Paraíba — Foto: Secom PMM/Divulgação

Nesta quarta-feira (11), a prefeitura da cidade de Monteiro, no Cariri da Paraíba, decretou situação de emergência devido aos incêndios que atingem a zona rural do município, desde às 10h da última segunda-feira (9). Conforme o decreto, e poder executivo autorizou a abertura de crédito emergencial e solicita, ainda, ajuda voluntário para o combate aos focos de incêndios na região.

De acordo com a nota da prefeitura, a região de Monteiro está no “Polígono das Secas”, mas apesar disso, a sobrevivência da população agrícola vem das produções rurais, e por isso, as queimadas e os incêndios que assolam a zona rural precisam ter interferência direta das autoridades, já que prejudicam diretamente a rotina dos moradores.

“Vamos enfrentar esta crise que assola a nossa zona rural e faremos o máximo esforço para assegurar que as famílias atingidas sejam ajudadas. Nossos esforços vem sendo postos em prática de maneira incansável. Aqui deixo minha imensa gratidão às equipes de bombeiros que se revezam para nos ajudar, deixo ainda minha solidariedade para com as famílias que tiveram percas. Nós somos um povo forte e de fibra, e com certeza conseguiremos passar por este triste momento”, disse a prefeita de Monteiro, Anna Lorena.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Campina Grande, o tenente-coronel Jan Benício, informou que ninguém ficou ferido pelas chamas que se aproximaram dos sítios Uruçu e Moconha. Ainda segundo ele, o fogo é combatido com a ajuda de moradores da região afetada.

A Prefeitura Municipal de Monteiro informou que enviou carros-pipa e uma equipe do Samu para prestar assistência às pessoas que apresentarem problemas de saúde provocados pela fumaça. O incêndio já dura mais de 48 horas.

À TV Paraíba, o delegado seccional de Monteiro, Cristiano Santana informou que um inquérito civil foi instaurado para apurar as causas do incêndio. De acordo com ele, várias pessoas, como proprietários de zonas rurais e moradores locais, foram ouvidas, e os depoimentos coletados levaram a polícia a entender que, possivelmente, o incêndio foi provocado de maneira criminosa.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.