Vida Urbana

Português é preso suspeito de aplicar golpes de R$ 700 mil em JP

Paulo Miguel dizia que era engenheiro e fez série de contratos com empresas.



Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil
Ele vai responder por estelionato e falsidade ideológica

Um português de 46 anos foi preso na terça-feira (9) em João Pessoa suspeito de aplicar um golpe de R$ 700 mil em construtoras da cidade. Segundo a Polícia Civil, Paulo Miguel de Sousa Tavares dizia que era engenheiro e fez contratos utilizando o CNPJ de empresas que pertencem a outras pessoas e emitiu vários cheques.

Ele era contratado pelas empresas paraibanas ao informar sua falsa graduação, dizendo que o diploma estava sendo enviado de Portugal para o Brasil. No entanto, um empresário que também é português, desconfiou da história e denunciou o caso à polícia. Outros dois empresários endossaram a denúncia.

Paulo Miguel foi preso em flagrante por crimes de estelionato e falsidade ideológica. Ele deve passar por audiência de custódia ainda nesta quarta-feira (10).