Vida Urbana

PB não atinge meta contra Influenza

Foram vacinadas 524.746 pessoas, 31,30% menos que a proposta, que era de 763.841 imunizados; campanha foi encerrada nesta sexta.




A Campanha de Vacinação contra a gripe, iniciada no último dia 20 de abril, não conseguiu atingir a meta de imunizações na Paraíba. Ontem, com o encerramento da campanha, foram vacinadas 524.746 pessoas, 31,30% menos que a proposta, que era de 763.841 imunizados. Dos vacinados, 78,22% pertencem a população prioritária, que é de idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes, apenados, profissionais de saúde, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério) e portadores de doenças crônicas.

Até a manhã de ontem foram imunizadas 70.012 crianças de seis meses a menores de dois anos (79,41%), 56.176 trabalhadores de saúde (90,40%), 33.042 gestantes (74,96%), 6.674 puérperas, até 45 dias após o parto, (92,14%), 12.050 indígenas (96,17%) e 346.792 idosos com mais de 60 anos (75,93%).

De acordo com a chefe do Núcleo de Imunização, Isiane Queiroga, os municípios que não alcançarem a meta vão intensificar suas ações até o dia 29 de maio para que toda a população prioritária seja alcançada. “Os municípios que não alçarem a meta vão continuar intensificando as ações e continuar vacinando a população prioritária para que a meta seja alcançada e ninguém fique de fora”, disse.

A vacina da influenza tem imunidade curta, de nove a doze meses. Depois de vacinadas, as pessoas estarão protegidas a partir dos 15 dias. Quem foi vacinado no ano passado, precisa tomar a dose novamente. Feita com o vírus inativado, a vacina é segura. A única contraindicação é para pessoas que têm alergia severa a ovo.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.