Vida Urbana

Participe do debate com jornalistas que discutem sobre redes sociais

Christiane Pelajo, Ricardo Boechat, Hermano Henning e Cláudio Tognoli são os jornalistas convidados para debate em homenagem ao Dia do Jornalista. Inscrições são gratuitas pelo site do uninter.





Da Redação
Com Assessoria da Unepi

Em homenagem ao Dia do Jornalista, 7 de abril, referências na área vão discutir, ao vivo, via satélite para todo Brasil, as tendências do jornalismo junto às redes sociais, com a possibilidade de interação. O debate será transmitido das 9h às 11h30.

Na Capital, a transmissão acontece na (Unepi), localizada na rua Hidelbrando Tourinho, nº 177, Miramar e deve contar com cem participantes.

O Papo da Imprensa 2010 vai ter a participação de Christiane Pelajo, âncora do Jornal da Globo; Ricardo Boechat, âncora do Jornal da Band e Band News FM; Hermano Henning, âncora do Jornal do SBT e Cláudio Tognolli, escritor e jornalista investigativo do Portal AOL. O mediador do encontro será Jones Rossi, editor da revista Galileu.

As inscrições são gratuitas e estão sendo feitas pelo site www.grupouninter.com.br/diadojornalista. Maiores informações pelos telefones 3247-4300 e (41) 2104-2567 ou pelo email jornalismo@grupouninter.com.br. 

Rede sociais

Recentemente, tivemos alguns exemplos da força e do poder das redes sociais, no mundo todo: a campanha de Barack Obama; a cobertura e discussão dos atentados em Mumbai, na Índia, e até mesmo as enchentes que atingiram o sul do Brasil.

Que as redes sociais estão sendo o veículo de informação e comunicação de muita gente, não há dúvidas. Porém, há duas questões que ficam no ar: até que ponto este meio dá lugar ao jornalismo tradicional e como filtrar as informações confiáveis das não confiáveis?

Esses são os pontos que serão debatidos pelos jornalsitas durante o Papo da Imprensa. 

Debatedores

Christiane Pelajo trabalhou na Globo News de 1996 a 2005, apresentando as edições noturnas do jornal Em Cima da Hora e o programa Pelo Mundo. Comandou grandes coberturas, como o funeral da Princesa Diana, em 1997, e a prisão de Saddam Hussein, ditador do Iraque, em 2003, sempre ao vivo. 

 

Ricardo Boechat tem passagens pelos principais veículos do país, como Diário de Notícias, O Globo, O Estado de São Paulo e Jornal do Brasil. Foi Secretário de Estado de Comunicação Social do Rio de Janeiro.

Em fevereiro de 2006 assumiu o Jornal da Band, deixando o cargo de diretor da redação da Band Rio e da Bandnews FM, no Rio de Janeiro.
Boechat é autor do livro "Um Hotel e sua História", sobre a trajetória do Copacabana Palace.

Hermano Henning é âncora e editor-chefe do Jornal do SBT Manhã, foi correspondente do Jornal O Estado de São Paulo, em Guarulhos, até ser contratado como repórter da revista Veja, onde trabalhou durante cinco anos. Foi correspondente da Globo em Londres, na Inglaterra, em Washington e Nova York, nos Estados Unidos. 

Cláudio Tognolli trabalhou na Veja, Folha de S. Paulo, Jornal da Tarde, Rádios CBN, Jovem Pan e Eldorado, revista Caros Amigos e portal America On Line. Foi correspondente da Folha nos EUA, com reportagens feitas em mais de 35 países. Escreve nas revistas Rolling Stone, Joyce Pascowitch e Consultor Jurídico. É diretor-fundador da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo, membro do International Consortium of Investigative Journalism e professor concursado da ECA-USP.

Mediador

Jones Rossi é jornalista formado pela PUC-PR. Já trabalhou na revista Veja, no Jornal da Tarde, Gazeta do Povo e no portal G1, da Rede Globo. Atualmente é editor da revista Galileu, da editora Globo.