Vida Urbana

Paraíba registra quatro vezes mais casamentos do que divórcios em 2018

Dados fazem parte de uma estatística, divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (4).




Novas estatísticas do Registro Civil, relativas ao ano de 2018, divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta quarta-feira (4), apontam que o número de casamentos superou quase quatro vezes o número de divórcio na Paraíba. Enquanto 4.082 processos de divórcio foram encerrados em 1ª instância, pelo menos 16.127 novos casais oficializaram a união no estado, no ano passado.

Apesar do dado positivo em relação aos divórcio, a taxa de nupcialidade da Paraíba ficou em 5,2 por mil habitantes com 15 anos ou mais, a sexta pior do país e abaixo da média nacional, que ficou em 6,4. Já a taxa de divórcio, de 1,6, ficou abaixo da média nacional (2,6) e ficou o estado como sétimo no ranking nacional.

Casamentos

O estudo do IBGE também revelou a preferência dos nubentes pelo mês de dezembro. A maioria deles, 2.287 no total, preferiu o último mês do ano para casar. Na outra ponta, o mês de abril foi o menos procurado. Só 1.019 casaram no quatro mês do ano.

Outro detalhe é que a maioria dos casamentos foi entre casais héteros (99,34% dos casos). Eles representam 16.022 dos casamentos realizados na Paraíba em 2018, em face de 105 casamentos gays, sendo 64 deles entre mulheres e 41 entre homens.

Divórcios

Em relação ao perfil das pessoas que se divorciaram na Paraíba em 2018, a estatística do IBGE apontou que a maior parte deles foi realizado na primeira instância de forma consensual, representando 2.722 (66,68%). Em 1.360 casos, entretanto, ele foi encerrado de maneira não consensual. Neste casos, a maioria dos pedidos de divórcio foi apresentado pelas mulheres, no total de 786, enquanto que em 574 deles foi requerido pelo marido.

A estatística do IBGE também revelou a maioria dos casamentos encerrados tinham mais de 20 anos de matrimônio (1.121). Mas 431 deles terminaram com menos de dois anos. Com relação a idade dos divorciados, tanto entre homens e mulheres, a maioria tinha idades entre 35 a 39 anos, no total, respectivamente de 712 e 683.

Outro dado revelado é o equilíbrio entre a quantidade de divórcio concedido em 1ª instância para casais sem filhos ou com filhos menores de idades. Uma curiosidade é que 1.545 casais que se divorciaram em 2018 não tinham filhos, enquanto 1795 tinha filhos menores de idade, sendo a maioria dos casos com o casal tendo apenas um (1.222) ou dois filhos (851).

 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.