Vida Urbana

Operações prendem 12 suspeitos de tráfico e assassinato em duas cidades da Paraíba

Ações têm objetivo de desarticular grupos criminosos.




Operação em Campina Grande começou na madrugada (Divulgação: Polícia Civil)

Em duas ações simultâneas, realizadas pelas polícias Civil e Militar nas cidades de Belém, no Brejo do Estado, e em Campina Grande, doze pessoas foram presas suspeitas de envolvimento com o tráfico de drogas e assassinatos. As prisões começaram no começo da manhã desta quinta-feira (16) e têm por objetivo desarticular grupos responsáveis pela prática de crimes nos dois municípios.

Em Campina Grande as prisões aconteceram nos bairros da Dinamérica, Ramadinha e também nas Malvinas, numa área conhecida como “Favela do Papelão”. Na cidade a operação recebeu o nome de OPE LEGIS (Por força da lei) e já cumpriu também dez mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça. Um dos alvos foi um adolescente, de apenas 15 anos, suspeito de participação em três homicídios.

Já em Belém os alvos dos policiais foram oito pontos responsáveis pela distribuição de droga na cidade. A ação recebeu o nome de “Mão de Ferro II”, fazendo referência à atuação dos órgãos de segurança pública no combate à criminalidade. Lá os policiais conseguiram prender seis pessoas.

“Com isso a gente espera uma diminuição dos crimes de tráfico de drogas nas duas cidades e, por consequência, também dos homicídios”, explicou o superintendente da Polícia Civil na região de Campina Grande, delegado Luciano Soares. Os presos, juntamente com dinheiro e uma pequena quantidade de entorpecente, foram encaminhados para as centrais de Polícia de Campina Grande e Guarabira.


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.