Vida Urbana

Número de casos de intolerância religiosa cresce 684% na Paraíba em cinco anos

Os casos contabilizados são registrados no Fórum Paraibano da Diversidade Religiosa, da Defensoria Pública.




Um levantamento do Fórum Paraibano da Diversidade Religiosa constatou que o número de casos de intolerância religiosa cresceu em cerca de 984% na Paraíba, de 2014 a 2019. A pesquisa foi divulgada nesta quinta-feira (5), pela Defensoria Pública do Estado (DPE).

No primeiro ano de atuação do Fórum Paraibano de Diversidade, em 2014, oito casos de intolerância religiosa foram registrados. Já em 2019, até o mês de dezembro o órgão recebeu 123 denúncias, e essa quantidade já é maior que o número de casos registrados no mesmo período de 2018, quando 112 denúncias foram recebidas.

Pessoas que passem por discriminação de ordem religiosa, sexual e ideológica, ou ainda sofram algum tipo de violência pela identidade de gênero, cor, raça, etnia e política, podem registrar denúncia através de um formulário disponível no site da Defensoria Pública do Estado.

“Trata-se de um instrumento que está sendo criado justamente quando temos um aumento exacerbado. Nós temos acompanhando, enquanto Fórum, desde 2014 e estamos presenciando esse aumento ano a ano”, disse o coordenador do Fórum de Diversidade Religiosa, Saulo Gimenez.

O formulário permite que as vítimas indiquem os agressores e concedam, ainda, informações sobre as provas dos casos de intolerância. Conforme a DEP, a identidade das pessoas que realizam as denúncias está sob sigilo. 


Você sabia que o Jornal da Paraíba está no Facebook, Instagram, Youtube e Twitter? Siga-nos por lá. Encontrou algum erro? Entre em contato.