Vida Urbana


Operação da PF contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandados em João Pessoa

Integrantes de quadrilha foram presos em apartamento no Altiplano. Ação ocorre em seis estados.




Duas pessoas foram presas em um apartamento no bairro do Altiplano, em João Pessoa, por envolvimento com um esquema de tráfico internacional de cocaína. Os mandados de prisão foram cumpridos durante a operação Contentor, realizada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (10). Além disso, um mandado de busca e apreensão foi cumprido na capital paraibana.

Os presos em João Pessoa são suspeitos de integrar uma quadrilha que distribuía cocaína no Brasil e na Europa. De acordo com a Polícia Federal, eles são de São Paulo e chegaram à Paraíba na sexta-feira (6).

A operação foi iniciada no início do ano passado em Santa Catarina; desde então, foram feitas cinco grandes apreensões de drogas, inclusive na Bélgica, somando cerca de duas toneladas de cocaína.

"O entorpecente era adquirido em região de fronteira, notadamente com a Bolívia, e entrava no Brasil em pequenos aviões que pousavam no aeroclube de São Francisco do Sul (SC). De lá, era levado para chácaras onde era acondicionado em grandes bolsas para posterior inserção em contêineres que sairiam pelo Porto de Itapoá", afirma a Polícia Federal.

Operações ocorrem em seis estados

Duas operações envolvendo o tráfico de cocaína ocorrem simultanemante nesta terça em seis estados do país: a Contentor e a Oceano Branco.

Além da Paraíba, as operações estão cumprindo outros 59 mandados de prisão nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco e Rio de Janeiro. Cerca de 450 policiais federais e 25 servidores da Receita cumprem ainda 104 mandados de busca e apreensão, 45 mandados de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 12 conduções coercitivas, sequestros de bens móveis e imóveis e bloqueio de contas bancárias.

Em Santa Catarina, a PF apreendeu carros de luxo em uma loja de revenda que pertenceria a um integrante de uma dos grupos criminosos investigados.

Polícia investiga várias quadrilhas

De acordo com a Polícia Federal, as investigações abrangem várias quadrilhas e já levaram à apreensão de mais de 10 toneladas de cocaína no Brasil e Europa. As quadrilhas atuam de forma parecida, colocando as drogas em contêineres com mercadorias lícitas a serem exportadas, geralmente, para países europeus.

Os suspeitos poderão ser indiciados pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico internacional de entorpecentes, falsificação de documentos e uso de documentos falsos.