Vida Urbana


Homem é preso ao tentar vender filhote de papagaio pela internet

Em publicação nas redes sociais, suspeito anunciava que animal já estava pronto para aprender a falar.




Um homem foi preso na quarta-feira (13) tentando vender um filhote de papagaio na internet. Elenilson Queiroz da Silva, de 21 anos, anunciava a venda do animal em uma rede social pelo preço de R$ 600.

De acordo com o comenadante da Polícia Ambiental, major Cristovão Lucas, policiais militares, fingindo interesse na compra do animal, marcaram um encontro com o rapaz, nas proximidades da feira de Oitizeiro,em João Pessoa. "Ele recebeu voz de prisão quando chegou ao local combinado", disse o policial. Após a prisão, o homem contou que comprou o papagaio na mesma feira  por R$ 50.

Na publicação, Edmilson anunciou que o animal já está "pronto para aprende [sic]" e que a compra ainda inluía uma gaiola.

Segundo a polícia, Elenilson Silva já responde a outros processos por crimes ambientes e posse de drogas. Conforme o artigo 29 da Lei 9605/98, apanhar e comercializar animais da flora silvestre é crime. O suspeito foi multado em R$ 5 mil.

O filhote de papagaio foi levado para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, em Cabedelo, onde será tratado por especialistas e, posteriormente, devolvido ao seu habitat natural.