Vida Urbana


Polícia pede ajuda para localizar suspeito de estuprar enteada de 11 anos

Vítima contou à polícia que abusos aconteciam rotineiramente.




A Polícia Civil da Paraíba divulgou a imagem do suspeito de violentar e engravidar a própria enteada, de apenas 11 anos. Odomilson Barbosa da Silva, de 50 anos, teve o pedido de prisão preventiva realizado pela delegada Joana D'Arc e decretado pela 3ª Vara Regional de Mangabeira.

De acordo com a delegada, Odomilson está foragido desde o final do mês de maio, quando a vítima foi levada pela avó para um posto de saúde após passar mal. Na unidade, foi realizada uma ultrassonografia que confirmou a gestação. "Ele percebeu que iam descobrir a gravidez e fugiu", explicou a delegada. "No momento, estamos em busca de capturá-lo", acrescentou. 

>>> MP pediu que mãe perdesse guarda da criança que deu à luz abusada pelo padrasto

Qualquer pessoa com informações sobre o paradeiro de Odomilson da Silva deve ligar para o Disque Denúncia sobre violações de Direitos Humanos, o 123, ou para o número 197, da Polícia Civil. A denúncia é realizada anonimamente.

Criança deu à luz em João Pessoa

A vítima deu à luz em João Pessoa e chegou a ter complicações após o parto, mas passa bem e já recebeu alta hospitalar; o bebê nasceu sem problemas de saúde. Desde que a gravidez foi descoberta, a menina foi encaminhada a um abrigo para meninas pelo Conselho Tutelar.

A menina informou à polícia que a violência sexual era algo recorrente, mas não soube precisar quando teve início. De acordo com Joana D’arc, as investigações começaram em maio e o inquérito já foi concluído.

Conforme as investigações, a mãe da menina não vai ser responsabilizada pelo crime. “Ela não teve participação, não sabia o que aconteceu, então não houve conivência. Ela só não teve cuidado”, comentou Joana.