Vida Urbana


Exposição de bonecas produzidas por detentas abre nesta segunda

Peças ficarão expostas no hall do Anexo Administrativo do Tribunal de Justiça da Paraíba.




Será aberta nesta segunda-feira (4) a exposição do projeto 'Castelo de Bonecas', composta por produtos artesanais confeccionados pelas reeducandas do Presídio Feminino Júlia Maranhão, em João Pessoa. As peças ficarão expostas no hall do Anexo Administrativo do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) até a quarta-feira (6).

“É um Projeto interessante que dá oportunidade para aquelas presidiárias se ressocializarem. Uma iniciativa de suma importância, que espero que cresça ainda mais”, afirmou o presidente do TJ, Joás de Brito, ao conhecer o projeto.

De acordo com a juíza Andréa Arcoverde, que comanda o projeto, o ‘Castelo de Bonecas’ tem dois focos: um é a venda das bonecas para toda sociedade. Os produtos podem ser adquiridos no interior do Presídio Júlia Maranhão ou nas exposições. O outro foco é a doação das bonecas para crianças carentes, através de recursos do Poder Judiciário destinados para isso. Recentemente, estivemos no Lar da Criança Jesus de Nazaré, Bairro Treze de Maio, em João Pessoa, e fizemos a doação de 34 bonecas”, informou a magistrada.

A produção das bonecas se dá com o suporte financeiro disponibilizado pelo Juizado Especial Criminal da Capital e pelo 1ª Juizado Especial Misto de Mangabeira, por meio de transação penal, nos termos da Resolução nº 154, de 13/07/2012, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A arte produzida pelas reeducandas já foi exposta em outros órgãos públicos e eventos, a exemplo da Feira de Artesanato promovida pelo Governo do Estado, no Espaço Cultural, em João Pessoa.