Vida Urbana


Suspeito de abusar sexualmente de irmãs é preso em Campina Grande

Sexo, segundo ele, era uma "forma de cura ordenada por espíritos". 




Um homem suspeito de abusar sexualmente as irmãs, menores de idade, alegando que o sexo era uma forma de "cura ordenada por espíritos" foi preso na tarde desta sexta-feira (25) no município de Campina Grande. Segundo informações da Polícia Civil, Arle Serafim da Silva, 36 anos, abusava sexualmente das irmãs, uma delas desde que ela tinha 12 anos de idade e outra desde os 9 anos.
 
Ainda de acordo com a Polícia Civil, o mandado de prisão preventiva contra o suspeito ocorreu pela prática de estupro de vulnerável, conforme a denúncia. A investigação do caso está sendo acompanhada pela Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Infância e Juventude, sob comando da delegada Alba Abrantes.
 
Ainda de acordo com a Polícia, o suspeito alegava às vítimas que elas precisavam ser "tratadas" pelas supostas entidades através dos atos. O mandado de prisão contra o homem foi solicitado à Justiça na última quarta-feira (23) e expedido pela 4ª Vara Criminal de Campina Grande.
 
De acordo com a delegada Alba Abrantes, a polícia chegou ao acusado por meio de investigações que foram iniciadas após informação repassada pelo telefone 197, Disque Denúncia da Secretaria de Segurança e Defesa Social, com sigilo absoluto, dando conta dos abusos sexuais e a localização de Arle, preso no bairro Novo Horizonte. O suspeito, que foi levado para a carceragem da Central de Polícia, no bairro do Catolé, em Campina Grande, deve participar de audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.