Vida Urbana


Ação contra 'gatos' de energia prende 3 pessoas no Sertão da PB

Multirão de fiscalização deve durar 30 dias.




Divulgação/Energisa
Divulgação/Energisa
Durante todo o ano de 2017, foram efetuadas 36 prisões, contando com as desta quarta

A ação de varredura contra 'gatos' de energia da Energisa começou nesta quarta-feira (23), em Sousa, e já foram efetuadas três prisões. Durante todo o ano de 2017, foram efetuadas 36 prisões, contando com as desta quarta. O mutirão de fiscalização na região deve durar 30 dias.

Segundo o gerente de combate à perdas, Fabrício Sampaio Medeiros, "As ações visam concientizar a população que é crime o furto de energia. Se condenada, o responsável pode ficar até 8 anos na cadeia".

As perdas no estado somam 109 GWh, sendo 13 GWh estão na região de Sousa. Mais de 7500 'gatos' foram regularizados durante o ano. Com isso, é cobrada a energia roubada e os responsáveis foram autuados.