Vida Urbana


Suspeito de barrar água da transposição na PB é multado durante fiscalização

Caso foi registrado em uma propriedade rural entre os municípios de Caraúbas e Congo, na região do Cariri.




Divulgação: Polícia Ambiental
Divulgação: Polícia Ambiental
Áreas desmatada encontrada pela fiscalização no leito Rio Paraíba.

Um homem suspeito por barrar o percurso da água da transposição do Rio São Francisco na Paraíba foi multado essa semana durante uma operação de fiscalização realizada pela Polícia Ambiental do Estado e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Ele foi autuado em flagrante e multado no valor de R$ 10 mil por construir uma passagem molhada no Rio Paraíba e barrar o fluxo da água da transposição sem autorização. 
 
O caso foi registrado em uma propriedade rural entre os municípios de Caraúbas e Congo, na região do Cariri, conforme informações repassadas pelo comando do 1º Pelotão de Polícia Ambiental da cidade de Campina Grande. No município de Camalaú, um homem também foi multado suspeito de desmatamento no leito do Rio Paraíba. Diversos objetos foram apreendidos no local, incluindo um motosserra e duas armas de fogo.
 
A operação de fiscalização foi iniciada no dia 8 deste mês e encerrou nesta quinta-feira (17), sob recomendação do Ministério Público Federal (MPF).
 
As equipes percorreram os municípios de Sumé, Congo, Caraúbas, São Domingos, Cabaceiras, além de Camalaú. A identificação dos suspeitos não foi revelada e o caso será encaminhado para o MPF.