Vida Urbana


Criminosos fazem moradores reféns e explodem banco em Alagoa Grande

Foram dois crimes contra agências bancárias na madrugada. O outro registro foi em Salgado de São Félix.




Reprodução/TV Paraíba
Reprodução/TV Paraíba

Na madrugada desta segunda-feira (14), duas agências bancárias foram alvos da ação de bandidos em duas cidades do Agreste paraibano. O primeiro crime aconteceu na cidade de Salgado de São Félix, onde seis criminosos chegaram em duas caminhonetes e se dirigiram até a agência do Banco do Brasil. Eles efetuaram vários disparos para cima, mas não houve confronto com a policia. O segundo registro foi na cidade de Alagoa Grande, onde moradores foram feitos reféns e o banco foi explodido

 

Em Salgado de São Félix, os bandidos usaram um maçarico para arrombar o cofre da agência. Na manhã desta segunda, o local estava sendo periciado pela Polícia Civil, que ainda não informou se houve valores roubados da agência. Os suspeitos fugiram e ainda não foram localizados.

 

A outra agência invadida por bandidos fica localizada na cidade de Alagoa Grande. Segundo a polícia, 20 criminosos chegaram encapuzados e tentaram invadir a agência dos Correiros, mas não conseguiram e então se dirigiram até o posto de atendimento do Banco do Bradesco e explodiram os caixas eletrônicos. Parte do estabelecimento ficou destruído com a ação. Não há a confirmação de que eles tenham levando dinheiro do posto.

 

Cinco pessoas, que estavam saindo para trabalhar na zona rural, foram abordadas pelos criminosos e levadas por eles como reféns até a cidade. Após a ação, os bandidos fugiram rumo à comunidade Caiana dos Crioulos, na zona rural, em duas caminhonetes e duas motos, espalhando grampos pela estrada.

 

Os reféns foram levados e, após algum tempo, duas das vítimas foram libertadas. As outras três foram liberadas depois. A polícia está fazendo rondas na região em busca de prender os criminosos, mas até o fechamento desta matéria não tinha localizado nenhum dos suspeitos.