Vida Urbana


Três pessoas são conduzidas a delegacia por poluição sonora em CG

Notificações renderam mais de R$10,5 mil em multas.




O Batalhão de Polícia Ambiental conduziu três pessoas e apreendeu dois equipamentos sonoros durante o último final de semana no município de Campina Grande. Os casos foram registrados em três bairros da cidade: Bodocongó, Monte Santo e Santa Cruz. 
 
O primeiro caso foi registrado no bairro Bodocongó. Um homem de 31 anos, proprietário de um veículo estava com o porta-malas aberto com um equipamento sonoro ligado, causando incomodo aos moradores. Ele foi notificado pelos policiais e conduzido a delegacia de Polícia Civil, no Parque do Povo, onde teve o equipamento de som apreendido e foi multado em R$ 5 mil.
 
No bairro Santa Cruz, os policiais também apreenderam um equipamento sonoro que estava em um veículo e aplicou uma multa de R$ 5 mil ao proprietário, um homem de 32 anos. De acordo com a Polícia Ambiental, o volume do equipamento estava três vezes maior do que o permitido pela lei. O caso também foi registrado na Polícia Civil. 
 
Outras duas ocorrências aconteceram no bairro Monte de Santo. A primeira envolvendo um homem de 31 anos, que apresentava sintomas de embriaguez e estava com o som ligado acima do volume permitido. Ele foi denunciado por vários moradores do bairro e, em seguida, foi conduzido por perturbação de sossego para Delegacia. 
 
O outro caso aconteceu em um bar, o proprietário foi multado em R$ 500 e acabou notificado com um termo de embargo das atividades sonoras no local, devido p estabelecimento não possuir licença ambiental, documento necessário para o uso do espaço e apresentações musicais.