Vida Urbana


Operação prende em CG suspeito de integrar quadrilha que ataca bancos

Com o homem também foram encontrados carros roubados, explosivos e ferramentas.




Uma operação da Polícia Civil apreendeu nesta terça-feira (1º) explosivos e vários materiais que seriam usados para ataques a agências bancárias na Paraíba. Uma pessoa suspeita de integrar a quadrilha, que agiria nas explosões a bancos  foi detida no bairro Presidente Médici, em Campina Grande.

Na casa onde o suspeito foi detido, a polícia encontrou dois veículos roubados, dinamites, uma caixa de grampos, 3 kg de maconha e ferramentas, como uma furadeira e esmerilhadeira. Esse material seria usado pela quadrilha para atacar uma agência bancária da região do agreste paraibano, provavelmente na cidade de Esperança.

A Polícia Civil continua em diligências em busca de prender os outros suspeitos de integrar a quadrilha. O homem preso está na Central de Polícia de Campina Grande. A Delegacia de Entorpecentes, responsável pelas investigações, convocou uma coletiva de imprensa para esta quarta-feira (2), onde vai detalhar a ação e a prisão do suspeito.