Vida Urbana


Chuvas de julho ultrapassam média histórica em Campina Grande

A previsão é de que as chuvas continuem até o início do mês de agosto. 




O volume de chuvas registradas durante o mês de julho em Campina Grande ultrapassou a média histórica do período, segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA). O índice registrado até essa terça-feira (25) foi de 177,8 milimetros, quando a média normal prevista para o mês é de 108mm. 
 
Em 2016, o volume de chuvas registrado pela AESA em Campina Grande durante o mês de julho foi de 17,4mm, 90% inferior ao índice atual. A metereologista Marle Bandeira explicou que o aumento se deve a mudança do clima e que as chuvas deverão continuar até o início do mês de agosto.
 
Os dados também apontam um aumento no volume de chuvas referente ao mês de junho, quando em 2016 foi registrado o índice de 25,8mm e este ano 100,8mm. 
 
Defesa Civil
 
Equipes da Defesa Civil de Campina Grande intensificaram na última segunda-feira (24) o trabalho de visita em áreas de risco da cidade em orientação a população devido às chuvas. O trabalho também envolve a secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (SESUMA).
 
Apesar da chuva intensa que caí sobre a cidade nos últimos dias, o coordenador da Defesa Civil, Ruiter Sansão, disse que nenhum incidente foi notificado pelas equipes.