Vida Urbana


Polícia investiga esquema de clonagem de veículos entre PB e PE

Veículo clonado estava sendo vendido em concessionária de Campina Grande. 




Reprodução/TV Paraíba
Reprodução/TV Paraíba
Carro original também foi encontrado em Campina Grande, onde o carro clonado roubado em Paulista estava sendo vendido

Um esquema de clonagem e venda de veículos entre a Paraíba e o Pernambuco está sendo investigada pela Polícia Civil em Campina Grande. O esquema foi descoberto após uma dona de casa de Caicó, no Rio Grande do Norte, tentar comprar um carro em Campina Grande, e no momento da vistoria os servidores do Detran identificaram a fraude no carro.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Roubos e Furtos de Campina Grande e a participação do dono de uma revenda de veículos em Lagoa Seca no esquema é investigada. 

De acordo com a Polícia Civil, a dona de casa teria pago R$ 30 mil pelo carro clonado em uma revenda de veículos de Campina Grande, e pagaria mais R$ 2 mil após a vistoria. Conforme o delegado Cristiano Santana o veículo foi roubado na cidade pernambucana de Paulista e em seguida levado para Caruaru, de Caruaru o carro foi parar na revendedora de Lagoa Seca e pór fim em Campina Grande, onde estava sendo vendido. 

O dono da concessionária de Campina Grande, identificado como Carlos Alberto Araújo de Lima, de 42 anos foi detido pela Polícia Civil, mas pagou fiança e deve responder em liberdade pelo crime de receptação

O carro original também foi encontrado em Campina Grande, a dona do carro autêntico reside no bairro da Palmeira. A polícia fez fotos dos carros para comparar o carro original com o clone, o carro clonado foi levado para a Central de Polícia de Campina Grande e a dona de casa de Caicó que tentou comprar o carro teve o dinheiro devolvido. A polícia agora investiga o esquema e tenta identificar outros participantes no crime.