Vida Urbana


Iphaep inicia remoção de placas irregulares em prédios históricos

Trabalho de remoção das placas publicitárias começou nesta quarta (5) em Campina Grande. 




Reprodução/Google Maps
Reprodução/Google Maps
Ação é voltada para o Centro Histórico da cidade, priorizando os prédios comerciais da Maciel Pinheiro

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico da Paraíba (Iphaep), iniciou nessa quarta-feira (5) em Campina Grande, um trabalho de remoção de placas publicitárias fixadas em prédios históricos e consideradas irregulares pelo órgão. Com uma ação voltada exclusivamente para o Centro Histórico da cidade, priorizando no momento, os prédios comerciais da rua Maciel Pinheiro, o trabalho tem por objetivo conservar as estruturas originais do local.

O Iphaep foi acionado pelo Ministério Público, após uma denúncia de um turista protocolada na promotoria de meio ambiente, onde foi questionado a dificuldade em identificar os prédios históricos da cidade.

De acordo com a diretora do Iphaep, Cassandra Figueiredo, sua intenção é “devolver” os prédios históricos da cidade, para que a população possa apreciar toda arquitetura que o centro campinense oferece. “Muitas fachadas desses prédios encontram-se totalmente cobertas, e nós temos esse desafio de proteger o patrimônio histórico, garantindo isso com muita fiscalização”, informou. 

Em ação conjunta com a Prefeitura Municipal e o Ministério Público, será realizado um grande mutirão de fiscalização, na tentativa de impedir novos casos. Os comerciantes já foram notificados e será estabelecido um tamanho padronizado para as novas placas. Quem não se adaptar as novas regras, estará sujeito a recebimento de multa.

Segundo Cassandra Figueiredo, pelo menos 34 prédios já foram regularizados na Maciel Pinheiro, faltando ainda aproximadamente 50, já que o total ultrapassa 80 estruturas. A ação de retirada das placas irregulares deve se estender para outras localidades da cidade.